ImprensaNotícias

Para escapar de Moro, Dilma nomeia citado na Lava Jato para Aviação Civil

26082010-26082010WD1844Brasília (DF) – A presidente Dilma Rousseff nomeou o ex-ministro Carlos Gabas para a Secretaria de Aviação Civil (SAC). Citado na Operação Lava Jato por um ex-vereador do PT como alguém com “forte influência” nos fundos de pensão ligados a estatais e próximo ao ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, Gabas passa a ter foro privilegiado, pois a secretaria tem status de ministério.

De acordo com a revista Época desta sexta-feira (29), o ex-ministro, que se tornou uma das pessoas mais próximas da presidente, substitui o deputado federal Mauro Lopes (PMDB-MG) na pasta. A nomeação foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial.

Em sua página na rede social Facebook, o líder do PSDB na Câmara, deputado federal Antonio Imbassahy (BA), lamentou a nomeação, classificando-a como “moda petista”. “Para fugir da Justiça, Dilma nomeia mais um petista para ter status de ministro e, consequentemente, obter foro privilegiado. A farra acaba dia 11 de maio”, criticou ao citar a data provável em que o Senado deve aprovar o impeachment da presidente.v

Segundo a reportagem, Gabas, que exercia o cargo de secretário de Previdência no Ministério do Trabalho, não tinha bom relacionamento com o ministro Miguel Rossetto. O problema para o ex-ministro, cita a revista, é que, com o iminente afastamento de Dilma, ele não deverá ficar muitos dias no cargo. A votação no Senado que deverá resultar no impeachment ocorrerá no dia 11 de maio.

Clique aqui para ler a íntegra da matéria.