PSDB Mulher pelo Brasil

Pará lança campanha para reforçar combate à Aids

unnamed (33)Nesta terça-feira, 1° de dezembro, data em que se celebra o Dia Mundial de Combate à Aids, o Governo do Pará lança na Escola Estadual Rodrigues Pirajá, no bairro da Pedreira, a partir das 9h, em Belém, uma campanha que inclui diversas ações para combater o avanço da doença no estado. O lançamento será feito pelo titular da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), Vitor Mateus, que falará sobre as estratégias adotadas. Este ano, seguindo o mote do Ministério da Saúde, a campanha terá a juventude como foco principal.

Durante o evento também vai ser divulgado ainda o resultado de um concurso inédito para escolher o melhor jingle para ser usado na campanha estadual de combate à epidemia em 2016. O concurso foi lançado entre as escolas estaduais e o vencedor vai levar pra casa um smartphone. Doze escolas estão concorrendo. “Escolhemos o público jovem não só pela criatividade, mas também pela linguagem. Queremos que o próprio jovem alerte seu amigo para a necessidade da prevenção, principalmente em relação ao uso do preservativo”, destaca Deborah Crespo, coordenadora estadual de DST/Aids

Depois do lançamento oficial da campanha, várias ações serão realizadas. No domingo, 6, na Praça da República, serão oferecidos testes gratuitos de HIV à população. Além disso, durante todo o mês de dezembro, nos finais de semana, serão realizadas ações de panfletagem preventiva nas barreiras rodoviárias, junto com a distribuição de preservativos. Em uma parceria com o Tribunal de Justiça, também será feita uma série de palestras educativas no combate à doença, destinadas aos servidores estaduais e abertas ao público.

Como fruto dessa parceria, quatro palestras já estão agendadas. A primeira delas, na quarta-feira, 2, acontece no Fórum Cível da Infância, em Belém. Na quinta-feira, 3, a palestra será realizada na sede do Tribunal de Justiça, também em Belém. Além disso, as palestras vão acontecer também no interior do Estado. No dia 3, em Parauapebas e Santarém, e no dia 4, em Marabá.

Para encerrar esse ciclo de orientações, dia 14 de dezembro, no Fórum Cível, em Belém, as Secretarias de Saúde Pública e de Justiça e Direitos Humanos promovem um fórum de debates sobre a delicada questão da abordagem de menores em relação ao uso do preservativo e a transexualidade.

O Pará é o sétimo Estado brasileiro com o maior número de casos confirmados. Mas neste ano de 2015, existe uma projeção otimista na diminuição dos casos notificados. Em 2014, o número de pessoas no Pará com o vírus HIV foi de 1.384. Até o final de outubro deste ano, foram registrados 882 casos.