ImprensaNotícias

Tucano apoia corte de R$ 8 milhões na publicidade direcionada para blogs e publicações com viés partidário

Foto: George Gianni/PSDB
Foto: George Gianni/PSDB

Foto: George Gianni/PSDB

O presidente em exercício Michel Temer cortou R$ 8 milhões que seriam destinados para propaganda de ministérios e estatais em sites e blogs jornalísticos alinhados com o PT. A publicidade direcionada para os chamados “blogueiros progressistas” ou para publicações com viés claramente político atendia a uma orientação direta dos petistas ao longo das gestão de Lula e Dilma.

De acordo com reportagem publicada nesta terça-feira (7) pelo jornal O Estado de S. Paulo, o argumento usado por Temer para promover o corte foi o de que esses veículos teriam de transformado em “instrumento de opinião partidária” para difundir críticas ao atual governo e ao impeachment. O Planalto manteve a publicidade em veículos considerados apartidários e destinados à promoção de debates de relevância pública.

Entre os veículos que deixaram de receber recursos estão o Brasil 247, o Diário do Centro do Mundo e o blog Conversa Afiada, do jornalista Paulo Henrique Amorim. Também estão na lista o blog O Cafezinho, o site Pragmatismo Político e o blog de Esmael Moraes, entre outros.

O secretário-geral do PSDB, deputado federal Silvio Torres (SP), afirmou que o PT sempre fez o uso da estratégia de influenciar a opinião pública sob a “falsa alegação de democratizar o acesso a informação”.

“Essa é tática que o PT colocou em prática nos últimos governos: controlar não só o aparelho do Estado como a própria opinião pública. Além de aparelhar os meios de comunicação tradicionais, o PT também o fez com as mídias alternativas. Tudo com dinheiro público, não via partido, como deveria ser”, acrescentou.

Torres considerou correta a medida do presidente em exercício e ressaltou a importância do direito ao acesso à informação de qualidade para toda a população. “É difícil para as pessoas que não estão acompanhando de perto perceberem que estão sendo manipuladas. O cidadão deve sempre procurar uma opinião diferente em outro local. As redes sociais podem ser muito úteis nesse processo em que é preciso comparar as notícias em múltiplas fontes. As pessoas não devem se deixar levar pelas primeiras leituras”, alertou o tucano.

“O método de manter o poder a todo custo é implantado pelo PT em todos os setores, inclusive na comunicação social. Mas agora o Brasil todo está tomando conhecimento dessa estratégia, o que justifica a necessidade de tirar a Dilma do poder e desmontar todo esse esquema manipulador”, concluiu o deputado.