ImprensaNotícias

Brasil tem pior desempenho da economia mundial no 1º trimestre

slide-bolsaO mau desempenho da economia brasileira – que sofreu recuo no Produto Interno Bruto de 0,3% entre janeiro e março de 2016, frente ao quarto trimestre de 2015 – colocou o país na lanterna do crescimento global. Em levantamento feito pela agência Austin Rating, o Brasil está na última posição entre 31 países pesquisados, ficando atrás até mesmo de países como Rússia e Grécia, que também enfrentam graves crises financeiras. Para o deputado federal Guilherme Coelho (PSDB-PE), a tendência de queda do PIB, que recuou pelo oitavo trimestre consecutivo, agrava o quadro da economia brasileira.

“O pior é que estamos em uma tendência de queda. Muitas vezes o número isolado não é a pior coisa, mas sim a tendência de sempre cair. Então o que cabe agora é estancar isso e voltar para uma inclinação novamente crescente. E isso é um trabalho muito árduo. O brasileiro precisa saber que isso não vai acontecer em um ou dois anos”, disse.

Especialistas avaliam que a recuperação do PIB será lenta, e a retração do índice para 2016 pode ser mantida em 2,9%. Com isso, o Brasil pode permanecer nos piores lugares do ranking. Segundo Coelho, são resultados que prejudicam a credibilidade do país no cenário internacional.

“Essa questão da nossa credibilidade internacional é muito grave. Uma coisa que um governo não pode perder nunca é a credibilidade, e penso que com esse desastre de gestão do PT, nós perdemos isso. Cabe agora resgatar o país”, acrescentou.

Na avaliação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE, ainda não há previsão de sinais de recuperação para o país, visto que o desempenho do PIB por setores apresenta muitas taxas negativas em relação ao trimestre anterior.