#MaisMulherNaPoliticaBibliotecaeducaçãofeminismoImprensaNotíciaspalestraspolíticaPSDB Mulher pelo Brasilsala de leitura

Pré-candidatas relatam dias de muito trabalho em Berlim

IMG_8827O primeiro dia de trabalho da comitiva de cinco tucanas, do Secretariado Nacional do PSDB-Mulher em Berlim, foi bastante produtivo. O que permitiu a primeira troca de informações sobre os sistemas políticos brasileiro e alemão.

 

A presidente do secretariado nacional do PSDB-Mulher, Solange Jurema, mostrou a luta das tucanas pela maior participação da mulher na vida político-partidária brasileira aos diretores alemães, da Fundação Konrad Adenauer (FKA), Frank Priess, Nicole Stopfer e Markus Rosenberger, e também ao deputado Peter Weib (CDU/CSU).

 

Solange aproveitou a oportunidade para esclarecer aos dirigentes e ao parlamentar alemão a situação política brasileira. Ela falou sobre o andamento do processo de impeachment da presidente da República, Dilma Rousseff.

 

“Expliquei que a nossa Constituição prevê o impeachment e que os crimes cometidos pela presidente Dilma estão previstos na Lei de Reponsabilidade Fiscal e na própria Constituição”, relatou a presidente do Secretariado Nacional da Mulher/PSDB.

 

A tucana também explicou que o PSDB reúne a sua Executiva Nacional, no próximo dia 3 de maio, para adotar uma posição definitiva e partidária sobre o impeachment.

 

Outra integrante da comitiva, Judite Botafogo, pré-candidata à prefeitura de Lagoa do Carro, em Pernambuco, ressaltou que os dois encontros permitiram que tratassem de temas específicos como a economia, a participação feminina na política, o meio ambiente, o Estado de Direito no Brasil e as políticas públicas sociais. “Fortalecemos o diálogo com os partidos sobre esses temas”, resumiu.

 

Os dirigentes alemães mostraram interesse em conhecer as bandeiras que o PSDB e as pré-candidatas tucanas pretendem levar nas eleições municipais. Eles também quiserem saber mais sobre o papel da mulher no contexto político nacional e as possibilidades de mudanças neste cenário.

 

Cíntia Ribeiro, pré-candidata a vereadora em Palmas, Tocantins, disse que os encontros são gratificantes, porque falaram sobre política, economia, condução do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e a possibilidade ou não da sua aprovação.

 

Do intercâmbio político e administrativo ocorrido, Cíntia Ribeiro, destaca o que a mais impressionou:

 

“Ficou claro que nós precisamos repensar nosso sistema político, os valores serem resgatados, a nossa credibilidade política resgatada”.

 

Almira Garms, pré-candidata à prefeitura de Paraguaçu Paulista, em São Paulo, destacou que a visita à FKA e ao parlamento alemão são importantes, porque o PSDB-Mulher pôde mostrar o trabalho que vem realizando para qualificar as militantes do partido.

 

Por fim, no encontro com os diretores da Fundação Konrad Adenauer, Thelma de Oliveira, pré-candidata à prefeitura de Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso, destacou a possibilidade de ampliar o trabalho em conjunto com a instituição, para a articulação política com outros grupos de mulheres na América Latina. “Temos interesse, a partir de um apoio e uma ação conjunta com a Fundação Konrad Adenauer”.