ImprensaNotícias

Líder do PSDB cobra demissão imediata de Mercadante por obstrução da Justiça

antonio imbassahy foto PSDB na camaraMais um escândalo envolvendo o governo Dilma veio à tona nesta terça-feira (15). De acordo com reportagem publicada no site da revista “Veja”, Aloizio Mercadante, um dos ministros mais próximos de Dilma, prometeu dinheiro e ajuda para que o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) deixasse a prisão e escapasse do processo de cassação de mandato no Senado. Em contrapartida, pede que Delcídio não “desestabilize tudo” com sua delação premiada. Diante desta revelação, o líder do PSDB na Câmara, deputado federal Antonio Imbassahy (BA), defendeu a imediata demissão de Mercadante.

“É bom lembrar que, por este mesmo motivo, obstrução da Justiça, o senador Delcidio foi preso em pleno exercício do mandato. Se a presidente Dilma tivesse o mínimo de dignidade, exoneraria imediatamente o ministro que cometeu este crime”, cobrou em entrevista coletiva junto a outros líderes de partidos da oposição. Mercadante é ex-chefe da Casa Civil do governo Dilma e atual ministro da Educação.

Ação contra nomeação de Lula
Os líderes do PSDB, DEM, PPS e da Oposição também anunciaram que será apresentada às 16h, no Salão Verde, uma ação popular a ser entregue nos 27 estados da federação contra a nomeação de Lula para o ministério de Dilma. No último domingo, o ex-presidente foi um dos alvos dos protestos que levaram 6 milhões de brasileiros às ruas.

Do Portal do PSDB na Câmara