ImprensaNotícias

“O século XX vai ficar conhecido como o século em que as mulheres saíram da invisibilidade”

Foto: Javier/PSDB RJ

Presidente do PSDB Mulher Nacional, Solange Jurema esteve em Mesquita para o evento de 84 anos do voto feminino no Brasil

solange-jurema-psdbrj-psdbmulher

A participação da presidente do PSDB Mulher Nacional foi um dos pontos altos do evento de celebração de 84 anos do voto feminino no Brasil, que aconteceu no último sábado, dia 20 de fevereiro, em Mesquita. O encontro foi promovido pelo diretório local, presidido por Jorge Miranda, que também é o pré-candidato tucano à prefeitura do município,  em parceria com o PSDB Mulher do Estado do Rio, reunindo lideranças tucanas de toda a Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Em seu discurso, Solange Jurema associou as diversas desigualdades, de raça ou gênero, a problemas sociais. “Países de desigualdade de gênero e de raça são países com índices sociais mais baixos. Oportunidades iguais significam desenvolvimento de municípios, estados e países”, disse.

Para ela, existe uma questão cultural que é forte e arraigada no tratamento que é dado a mulher. “Até pouco tempo atrás, os direitos das mulheres não eram os mesmos direitos dos homens. Hoje, a faixa salarial ainda é diferente. A questão cultural existe e exerce influência sobre a nossa maneira de viver e trabalhar”.

Solange Jurema reconheceu, contudo, os avanços da luta do segmento. E disse que o século XX vai ficar conhecido como o século em que as mulheres saíram da invisibilidade. Mas ressalta que falta ampliar os espaços na política.

“É neste espaço que nossas vidas são decididas. Não podemos contar que os homens entendam o que nós queremos. Nós é quem temos que dizer o que queremos. Temos capacidade para isso”, afirmou ela, lembrando que as mulheres já correspondem a 40% dos chefes de família do Brasil e citando experiências como a do Japão, que melhorou os índices econômicos investindo em creches, já que liberou as mulheres para o trabalho.

*Foto:Javier Gomez Luengo/Texto:Betina Peppe Diniz, do Site do PSDB RJ