ImprensaNotícias

Para vice-presidente do PSDB, conduta de ministro Cardozo é imprópria ao atuar como advogado de defesa do PT e de Lula

Carlos sampaio foto Agencia CamaraPara o vice-presidente do PSDB Nacional, deputado Carlos Sampaio (SP), responsável pela área jurídica do partido, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, equivoca-se ao defender publicamente o ex-presidente Lula e também ao afirmar que não houve caixa 2 na campanha da presidente Dilma.

Para Sampaio, o que o Brasil espera de um Ministro da Justiça é que ele aja com a estatura que o cargo exige e não como advogado de defesa do PT e de Lula.

“Tenho respeito pelo ministro, mas, de fato, num momento em que a Justiça investiga as denúncias contra o ex-presidente Lula e que o TSE acolhe representação do PSDB contra a chapa Dilma/Temer, soa impróprio o chefe da Polícia Federal antecipar juízo de valor, mesmo que como militante, para usar a expressão dele”, afirmou Sampaio.

Segundo o vice-presidente do PSDB, “age mal o ministro quando diz que acredita não ter havido caixa 2 para, em seguida, afirmar que não participou do núcleo da campanha. Ora, se não participou, não tem como fazer tal afirmação, que acaba soando como que uma orientação para investigadores que agem sob o seu comando! Resumindo: o Ministro perdeu uma boa oportunidade para mostra-se isento e, ao contrário, evidenciou que tem time e que acredita nele!”.