ArtigosImprensaNotícias

“Violência contra a mulher tema do Enem”, por Eliana Rodrigues

Eliana-Rodrigues-violencia-ENEMCom a proposta “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”, o Exame Nacional do Ensino Médio(Enem) realizados em todo o país no sábado (24) e no domingo (25).Com a divulgação  do gabarito oficial, nesta quarta-feira (28) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC) conseguiu abordar um problema proeminente da sociedade, com grande presença na mídia, que é próximo dos jovens dos adolescentes – a violência domestica. O que facilita  demasiadamente a reflexão – e, ao mesmo tempo, sinaliza para a sociedade que, a importância da discussão desse tema nas escolas, junto aos alunos, com os pais,

O tema da redação do Enem não se constrói sobre ideologias, e sim manifesta uma realidade prática. Um drama que atinge todos na sociedade.

“Se trata de uma questão social,  e também um tema no qual os alunos estão bastante acostumados. Muitos dos candidato (a)s já se depararam com a violência em algum momento, seja em casa, na rua, no trabalho no seu ambiente familiar, social.

Este ano, nas conferências municipais e estaduais de Educação foi retirada  dos Planos  Municipais e Estaduais de Educação metas que indicavam a importância de desenvolver nas na sala de aula os temas de gênero e sexualidade. Houve uma influencia demasiada de lideranças religiosas a extinção desses tema.Inclusive os termos de igualdade de gênero já haviam sido retirado do Plano Nacional de Educação (PNE), no ano passado.

O Enem se tornou a principal referência para o ensino médio, sendo porta de entrada para quase todas universidades federais (e critério de bolsas do PROUNI e Fies), a escolha do MEC tem um peso importante nesse debate.

*Eliana Rodrigues é presidente do PSDB Mulher do Mato Grosso do Sul