BibliotecaDicas da semanaenvelhecimento e terceira idadefilmessala de leiturasaúde

Filme: “Para Sempre Alice”

Divulgação

119590Brasília (DF) – O crescente envelhecimento da população brasileira começa a chamar a atenção para doenças da terceira idade que até há pouco tempo passavam desapercebidas. Sem a menor dúvida, esse é um assunto que interessa a todas nós, moradoras de um país que jamais se preocupou em investir em cuidados para essa faixa de idade.

O Brasil não dispõe de casas de repouso ou hospitais especializados em idosos carentes que precisem de atendimento de longo prazo para doenças demenciais, bastante comuns no fim da vida. Estamos envelhecendo, sabendo que precisaremos contar com nossos filhos e netos porque o Estado, mais uma vez, estará ausente.

Por isso é muito importante assistir a Para Sempre Alice e conhecer a história de uma paciente de Alzheimer, uma das doenças demenciais mais comuns da terceira idade. Comovente e muito bonito.

Sinopse

Adaptado do romance de Lisa Genova “Para Sempre Alice” (Ediouro), o longa-metragem homônimo conta a história da renomada linguista Alice Howland, bem casada e mãe de três filhos, que aos 50 anos começa a esquecer as palavras e logo descobre sofrer de Alzheimer de Instalação Precoce.