ImprensaNotícias

“Dilma, pronuncie-se”, diz mulher de opositor venezuelano preso

Foto: George Gianni/PSDB

lilian tintori foto George GianniLilian Tintori, mulher do líder opositor venezuelano Leopoldo Lopez, cobrou que a presidente Dilma Rousseff se posicione contra a violação de direitos humanos no país. “Dilma, pronuncie-se”, afirmou Lilian, durante manifestação em Caracas que reuniu 3 mil pessoas.

Lopez está preso há um ano na Venezuela, sob a acusação de ter organizado protestos contra o governo de Nicolás Maduro. Representantes da oposição venezuelana afirmam que o Brasil e outros países da América do Sul não têm se posicionado contra as ações do governo de Caracas devido a interesses econômicos.

Em maio, Lilian Tintori e Mitzy Ledezma, esposa do prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, também preso pelo regime de Maduro, estiveram no Congresso Nacional e se reuniram com o presidente do PSDB, sendor Aécio Neves, e outras lideranças do partido.