ImprensaNotícias

Pronunciamento vergonhoso rendeu ‘panelaço’ merecido à presidente Dilma, afirmam deputadas

logo psdb mulherEnvergonhadas. Assim se sentiram as deputadas Geovania de Sá (SC)Mariana Carvalho (RO) com o pronunciamento da presidente Dilma pela passagem do Dia Internacional da Mulher, no domingo (8). As parlamentares afirmaram que a contundente reação popular à fala da petista demonstrou que os brasileiros não suportam mais tanta mentira e enganação por parte da petista.

Durante discurso em rede nacional de rádio e TV, uma onda de manifestações marcada por ‘panelaços’ e ‘buzinaços’ tomou conta de diversas cidades. Uma enxurrada de críticas à petista ocupou as redes sociais. Enquanto Dilma pedia “paciência” e “compreensão” ao povo brasileiro, a sociedade reagiu demonstrando que está de saco cheio de tanto “blá blá blá”.

As deputadas afirmam que, além de sentirem no bolso o efeito das medidas tomadas pelo governo, os cidadãos sabem que tais ações têm sido adotadas no intuito de cobrir o rombo deixado pela incompetência e pelas irregularidades dos governos do PT. Além de fugir do foco do pronunciamento – a homenagem às mulheres –, a presidente sequer fez um mea culpa. Atribuiu os ajustes à crise internacional e ainda afirmou que a carga negativa será dividida “em todos os setores da sociedade”.

“O que contemplamos ontem foi algo inédito. Há um sentimento de revolta que extrapolou a paciência do brasileiro, que demonstrou isso com essa revolta: o panelaço, as vaias e buzinas”, destacou Geovânia. “Como mulher e como parlamentar, me sinto com vergonha do pronunciamento da presidente. Ela quis dar uma amenizada na situação, mas nos envergonhou”, revelou a deputada.

A tucana afirma que a onda de protestos se tornou inevitável.  Para ela, a reação da sociedade se dá principalmente pelo fato de que os atuais acontecimentos mostram uma contradição entre a realidade e aquilo que Dilma pregava durante a campanha eleitoral.

Já Mariana destaca que há um bom tempo a paciência do povo se esvaiu.  “O povo brasileiro não dá mais credibilidade ao que a presidente fala. Suas declarações já viraram motivo de piada. Ela precisa começar a rever a forma de lidar com o povo”, alertou a deputada, que se revelou emocionada ao ver os vídeos dos “panelaços”. Isso mostrou, segundo ela, que o povo voltou a ter seu patriotismo, sabe o que quer e aonde quer chegar.

Também se dizendo envergonhada com as declarações de Dilma, a deputada ressaltou que o momento era de demonstrar a força e sensibilidade feminina e apresentar ações e propostas para as mulheres.  “A presidente não conseguiu mostrar aquilo que esperávamos no Dia Internacional da Mulher.  Ao contrário, ela foi à TV pensando que era 1º de abril”, disse.

Nota absurda do PT- Nota divulgada pelo Partido dos Trabalhadores mostra que a sigla está perdida. Representantes do PT dizem que a manifestação popular durante o discurso da presidente foi orquestrada pela oposição. De forma absurda, os petistas tentam mais uma vez dividir o Brasil entre ricos e pobres e insinuam que o panelaço só aconteceu em áreas nobres. Os petistas minimizam o protesto e tentam passar a ideia de que entre os mais pobres há um contentamento geral com as atitudes da presidente.

Para Geovania, a reação do PT demonstra o desespero de seus integrantes. “É absurdo. Pode-se observar que são vídeos caseiros. Foi um movimento suprapartidário. Esse sentimento não é da oposição, mas de toda população que está revoltada diante das medidas praticadas pelo PT”, disse. Já Mariana considerou a nota totalmente fora da realidade. Segundo ela, o que se viu foi uma sociedade indignada com uma presidente que aproveitouo momento de confraternização para falar mentiras “e coisas que não merecíamos ouvir em um dia tão importante.”

*Do PSDB na Câmara