ImprensaNotíciasPSDB Mulher pelo Brasil

Estado promove encontro de mulheres agroextrativistas

500

Participam do encontro mulheres agricultoras, pescadoras artesanais, extrativistas e ribeirinhas
Foto por: Iranilde Gonçalves/Ruraltins

Tem início nesta terça-feira, 25, o VI Encontro de Mulheres Agroextrativista da Área de Proteção Ambiental – APA Cantão. O evento, organizado pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), segue até a próxima quinta, 27, no Projeto de Assentamento (PA) Baronesa, cerca de 80 km de Araguacema.

O Encontro visa promover a integração das agricultoras familiares, bem como difundir novos conhecimentos e tecnologias em busca da geração de novos postos de trabalho, aumento da produção e produtividade. “Vamos reunir as mulheres dos nove municípios que compõe APA Cantão, onde realizaremos várias atividades, como capacitações, intercâmbio e entretenimento”, afirma Francisca Helena Rosendo, gerente da Unidade Local do Ruraltins, em Caseara.

A gerente explica ainda que, durante o evento haverá apresentação e exposição de produtos fabricados em cada comunidade, além da demonstração do processo de extração de óleos da macaúba, babaçu, bacaba, pequi, buriti, mamona, tucum entre outras, colhidas pelas mulheres. “Outro momento importante do encontro será a palestra sobre os programas do governo para a geração de renda destinados à mulher do campo’’, acrescentou.

APA Cantão

A região que é contemplada pelo território APA Cantão conta com cerca de 3.400 agricultores familiares, distribuídos em 65 Projetos de Assentamentos, colônia de pescadores artesanais e comunidade rurais.

Os municípios que abrange esse território são: Caseara, Araguacema, Dois Irmãos, Marianópolis, Divinópolis, Pium, Chapada de Areia, Monte Santo e Abreulândia.

Agroextrativismo

O agroextrativismo é um conjunto de atividades econômicas relacionadas à coleta ou extração de recursos naturais do meio ambiente de forma sustentável. As duas formas mais comuns na atualidade são o extrativismo mineral e o vegetal.

Programação

Dia 25/06

12h – Recepção dos participantes e Almoço

13h – Abertura com dinâmicas

14h – distribuição de material didático (cartilhas) e apresentação da programação do evento

14h30 – Apresentação das sementes coletadas e trazidas de cada região para o encontro. Momento de troca de sementes entre as participantes

15h – apresentação e exposição dos produtos fabricados em cada comunidade para a comercialização ou troca

15h30 – Divisão dos grupos de trabalho, seleção e preparo das sementes para a extração dos óleos

17h – Lanche

18h30 – Término das ações de extrativismo

19h – jantar

20h – Momento de lazer – troca de experiência, relatos, piadas, estórias e contos.

Dia 26/06

8h – Abertura com oração

8h15 – Café da manhã

8h30 às 12h – Início dos trabalhos com extração de óleos

12h10 – Almoço

14h – Continuação dos trabalhos com extração de óleos

16h – Lanche

16h30 – Momento de definir valores de mercado: matéria-prima x produção

18h30 – Cada grupo irá apresentar passo a passo os momentos de cada extração dos óleos

19h30 – Jantar

20h30 – Momento de lazer

Dia 27/06

8h – Oração da manhã

8h15 – Café da manhã

8h30 – Conclusão da extração dos óleos, envasamento e rotulação

11h – Mapeamento do potencial de sementes por região

12h – Avaliação e encerramento do evento

13h – Almoço

14h – Retorno

– See more at: http://atn.to.gov.br/noticia/2013/6/24/estado-promove-encontro-de-mulheres-agroextrativistas/#sthash.8thUwQhj.dpuf