#MaisMulherNaPoliticaAgendaBibliotecaImprensaNotíciasPolíticapolíticasala de leiturasaúde

Márcia debate políticas públicas no esporte para Natal com jovens em Ponta Negra

Márcia Maia Encontro Ponta Negra EsporteUma tarde para discutir políticas públicas para o esporte, juventude e política. Assim foi encontro realizado neste domingo (11) na praia de Ponta Negra, em Natal, entre surfistas, educadores, desportivas e moradores da Vila de Ponta Negra com a candidata à Prefeitura do Natal, Márcia Maia (PSDB-RN), e o jovem candidato a vereador tucano Albert Einstein.

Numa roda de conversa, jovens e educadores se revezaram ao contar um pouco da sua história e da necessidade de uma maior atenção ao esporte. Dentre eles estava a jovem Elaine, surfista do projeto Sereias. Ela conta que o projeto tenta abrir uma porta para as meninas que desejam praticar o surf e o bodyboard. “Não tem apoio algum. Queremos incentivar as meninas a praticarem o esporte, mas falta estímulo por diversas razões, inclusive o machismo”, revela.

Jorge Henrique, responsável pelo projeto social Escolinha de Surf ‘Morro do Careca’ também falou sobre a importância do apoio do esporte para orientação educacional e de cidadania para os jovens. “Os garotos precisam de atenção, trabalho para os jovens e oportunidade para as crianças praticarem o esporte com o mínimo de estrutura”, defende.

O fundador do projeto Ecosurf, Pedro Veras, e o diretor da Escola Estadual Vigário Bartolomeu, Ruy Angelo, destacaram a mesma mensagem sobre a importância da presença do gestor nas comunidades para debater não só a aplicação dos recursos, mas também ouvir as necessidades, seja no esporte ou em qualquer outra área. “Falta atenção para o esporte crescer e ouvir de nós sobre as necessidades é um passo importante para melhorar a educação, cidadania, lazer e o próprio esporte”, disse Veras. Para Ruy, a comunidade conhecer o que o gestor pensa é fundamental. “É possível avançar muito mais quando se fala com quem está na ponta: o cidadão”, afirmou.

Autora da lei da Bolsa Atleta na Assembleia Legislativa, que aguarda a sanção do Governo do Estado para passar a beneficiar os desportistas do estado, Márcia Maia exaltou o papel do esporte na vida das pessoas e sua dimensão social por colaborar na formação do cidadão, inclusive no combate à violência.

“Temos lutado pela regulamentação porque o Bolsa Atleta serve de estímulo ao esporte de alto rendimento, mas também promove uma reação em cadeia até o esporte amador e para o lazer. Como política pública geral, é possível obter a redução significativa dos índices de violência na região onde o esporte é inserido. Ele é transformador, mas tem sido visto como algo menor na gestão de Carlos Eduardo, enquanto poderia ser utilizado como uma ferramenta para diminuição da violência e promoção da cidadania”, destacou a socióloga e candidata à prefeita.

O candidato a vereador Albert Einstein (PSDB-RN) elogiou a postura de Márcia em razão do olhar dela para o futuro. “O esporte não pode ser tratado em curto prazo apenas. É preciso olhar para o futuro, com incentivo e políticas públicas. Assim é possível avançar e melhorar nossa sociedade”, concluiu.

Dentre as propostas de Márcia para o esporte em Natal está a reabertura do diálogo com as Federações esportivas, comunidades e centros desportivos; construção de novos equipamentos esportivos como quadras e campos de futebol, bem como, a revitalização dos espaços já existentes, além de implantação de políticas de incentivo ao desporto e paradesporto na capital potiguar.

*Da Assessoria de Imprensa da candidata Márcia Maia

#MaisMulherNaPoliticaAgendaBibliotecaImprensaNotíciasPolíticapolíticasala de leiturasaúde

Márcia debate políticas públicas no esporte para Natal com jovens em Ponta Negra

Márcia Maia Encontro Ponta Negra EsporteUma tarde para discutir políticas públicas para o esporte, juventude e política. Assim foi encontro realizado neste domingo (11) na praia de Ponta Negra, em Natal, entre surfistas, educadores, desportivas e moradores da Vila de Ponta Negra com a candidata à Prefeitura do Natal, Márcia Maia (PSDB-RN), e o jovem candidato a vereador tucano Albert Einstein.

Numa roda de conversa, jovens e educadores se revezaram ao contar um pouco da sua história e da necessidade de uma maior atenção ao esporte. Dentre eles estava a jovem Elaine, surfista do projeto Sereias. Ela conta que o projeto tenta abrir uma porta para as meninas que desejam praticar o surf e o bodyboard. “Não tem apoio algum. Queremos incentivar as meninas a praticarem o esporte, mas falta estímulo por diversas razões, inclusive o machismo”, revela.

Jorge Henrique, responsável pelo projeto social Escolinha de Surf ‘Morro do Careca’ também falou sobre a importância do apoio do esporte para orientação educacional e de cidadania para os jovens. “Os garotos precisam de atenção, trabalho para os jovens e oportunidade para as crianças praticarem o esporte com o mínimo de estrutura”, defende.

O fundador do projeto Ecosurf, Pedro Veras, e o diretor da Escola Estadual Vigário Bartolomeu, Ruy Angelo, destacaram a mesma mensagem sobre a importância da presença do gestor nas comunidades para debater não só a aplicação dos recursos, mas também ouvir as necessidades, seja no esporte ou em qualquer outra área. “Falta atenção para o esporte crescer e ouvir de nós sobre as necessidades é um passo importante para melhorar a educação, cidadania, lazer e o próprio esporte”, disse Veras. Para Ruy, a comunidade conhecer o que o gestor pensa é fundamental. “É possível avançar muito mais quando se fala com quem está na ponta: o cidadão”, afirmou.

Autora da lei da Bolsa Atleta na Assembleia Legislativa, que aguarda a sanção do Governo do Estado para passar a beneficiar os desportistas do estado, Márcia Maia exaltou o papel do esporte na vida das pessoas e sua dimensão social por colaborar na formação do cidadão, inclusive no combate à violência.

“Temos lutado pela regulamentação porque o Bolsa Atleta serve de estímulo ao esporte de alto rendimento, mas também promove uma reação em cadeia até o esporte amador e para o lazer. Como política pública geral, é possível obter a redução significativa dos índices de violência na região onde o esporte é inserido. Ele é transformador, mas tem sido visto como algo menor na gestão de Carlos Eduardo, enquanto poderia ser utilizado como uma ferramenta para diminuição da violência e promoção da cidadania”, destacou a socióloga e candidata à prefeita.

O candidato a vereador Albert Einstein (PSDB-RN) elogiou a postura de Márcia em razão do olhar dela para o futuro. “O esporte não pode ser tratado em curto prazo apenas. É preciso olhar para o futuro, com incentivo e políticas públicas. Assim é possível avançar e melhorar nossa sociedade”, concluiu.

Dentre as propostas de Márcia para o esporte em Natal está a reabertura do diálogo com as Federações esportivas, comunidades e centros desportivos; construção de novos equipamentos esportivos como quadras e campos de futebol, bem como, a revitalização dos espaços já existentes, além de implantação de políticas de incentivo ao desporto e paradesporto na capital potiguar.

*Da Assessoria de Imprensa da candidata Márcia Maia