ImprensaNotícias

Ministro José Serra defende prioridade na relação comercial brasileira com a China

Foto: Jessika Lima/AIG-MRE

José Serra FOTO EBCO ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB), defendeu nesta segunda-feira (4), durante o Global Agribusiness Fórum, em São Paulo, a aproximação comercial entre Brasil, China, África e Irã e a diminuição dos impostos sobre as exportações.

Segundo matéria publicada nesta terça-feira (5) pelo jornal Valor Econômico, o tucano apontou a China como “prioridade” e disse que pretende criar uma área específica dentro da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) para negociar com os chineses.

O ministro aproveitou a ocasião para elogiar a agricultura brasileira, responsável por 20% do Produto Interno Bruto (PIB) e 40% das exportações. Serra ressaltou para os representantes do agronegócio brasileiro presentes no evento que “não há contradição” entre incentivar a venda para o exterior de produtos agrícolas e diversificar a pauta de exportação.

“Nosso dilema não é exportar manufaturados, produtos agrícolas ou minerais. Isso é perfeitamente compatível. Os Estados Unidos são um exemplo nesse sentido. Temos que exportar aviões e soja”, disse.

Serra não só elogiou a produtividade do agronegócio brasileiro como também ressaltou que é possível diminuir os custos, principalmente por meio de melhorias no transporte e armazenamento. O índice de perda do agronegócio nacional, segundo Serra, é de 10%, acima da média mundial.

Clique aqui parta ler a íntegra da matéria no jornal Valor Econômico.