ImprensaNotícias

Secretaria da Mulher de Jaboatão repudia barbárie contra jovem vítima de estupro coletivo

jaboatao-mulheresOs atos repulsivos demonstram, lamentavelmente, a cultura machista que ainda existe, em pleno século XXI. Um estupro coletivo, com requintes de crueldade, no qual vários indivíduos perpetuaram a humilhação, expondo, nas redes sociais, a dor da vítima.

Não podemos permitir que atos como esses ocorram e que sejam tolerados pela sociedade brasileira. A cada dia,  13 mulheres são mortas no Brasil, e a cada três horas uma mulher é estuprada.  A cultura da violência, do abuso e do estupro que tolera o assédio a todas as mulheres precisa ser repensada, precisa acabar.

Para  além do ato abusivo, indignante e inadmissível ocorrido contra esta jovem, quem compartilhou o sofrimento da mesma em suas redes sociais está sendo conivente e reforçador desta cultura perversa e desigual, que insiste em naturalizar os crimes contra as mulheres.

Momentos como estes exigem de todas nós sororidade e firmeza para continuarmos  na luta  pelo fim da violência contra todas as mulheres.

Exigimos respeito! Exigimos punição para todas as formas de violências contra as mulheres!

Secretaria-executiva da Mulher da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes