ImprensaPSDB Mulher pelo Brasil

Casos notificados de dengue reduzem quase 70% em Teresina

Combate à dengue

b35fab9719-300x200As ações de combate ao Aedes aegypti realizadas pela Prefeitura de Teresina, por meio da Fundação Municipal de Saúde (FMS), têm gerado resultados positivos na capital. Este ano, até hoje, 09 de maio, foram notificados 1.495 casos de dengue, número quase 70% menor que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foram registrados 4.915 casos.

“Este número é reflexo da intensificação nas ações de combate ao mosquito, não apenas por parte da Prefeitura de Teresina, como também da população, que está mais consciente e contribuindo com o trabalho”, pondera Francisco Pádua, presidente da FMS.

De acordo com o presidente da FMS, a operação Faxina nos Bairros tem sido uma das ações que tem gerado impacto positivo no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya. “A Faxina nos Bairros tem sido muito bem acolhida pela população, que é o principal ator desse combate. Em 17 semanas de ação, já foram percorridas 68 regiões da cidade e recolhidas 3.228 toneladas de lixo. No último sábado (07) foi feita a 18ª edição, totalizando 72 bairros visitados, entre zona urbana e rural”, completa o presidente.

Outro dado positivo é que o Índice de Infestação Predial (IIP) – a relação entre o número de imóveis positivos para o mosquito pelo total pesquisado – de Teresina está em 0,1%. Os parâmetros estabelecidos pelo Ministério da Saúde determinam que índices de até 1% são considerados satisfatórios. O primeiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2015 apresentou Índice de Infestação Predial (IIP) de 0,2%, ou seja, esse índice caiu 50% em relação ao ano passado.

“Sabemos que 80% dos focos de mosquito Aedes aegypti estão nas áreas residenciais e de trabalho. Então, cada um tem que fazer o seu papel, além de pensarmos também no esforço coletivo, que é o que representa a Faxina nos Bairros, poder público e comunidades atuando juntas no combate a esse mosquito que transmite doenças gravíssimas. Os resultados dessas ações estão aparecendo como demonstra o resultado do LIRAa e a redução no números de casos de dengue notificados este ano. Mas não podemos baixar a guarda, pois estamos finalizando o período chuvoso e com as chuvas espaçadas o risco continua”, acrescenta Francisco Pádua.

Este ano, até o dia 29 de abril, os agentes de endemias e veterinários da Gerência de Zoonoses da capital já fizeram a vistoria em 518.274 imóveis. Nessas visitas é feito o tratamento para acabar com focos do Aedes aegypti, bem como são eliminados depósitos que servem como criadouros de mosquito. “Essa luta contra o mosquito é contínua e diária e o poder público está fazendo sua parte e engajando a comunidade para manter a cidade saudável”, afirma Oriana Bezerra, gerente de Zoonoses da capital.

A Prefeitura de Teresina realiza ações permanentes de prevenção à dengue, zika e chikungunya, por meio da eliminação de focos do vetor. Durante todo o ano são promovidas ações educativas em escolas e instituições e os agentes de endemias realizam visitas periódicas a imóveis em toda a cidade, além de outros pontos estratégicos como sucatas, hortas comunitárias e cemitérios. A FMS também tem promovido capacitações para formar multiplicadores no combate ao mosquito. Esse ano já foram formadas 11 turmas do curso e 1.250 pessoas já foram capacitadas.

*Do portal da prefeitura de Teresina