ImprensaNotícias

Lula recebeu R$ 3,6 milhões de empreiteira, aponta laudo da PF

Lula foto ABrA Andrade Gutierrez repassou R$ 3,6 milhões para empresas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entre os anos de 2011 e 2014 por meio de contratos superfaturados da Petrobras. A informação está confirmada em um laudo da Polícia Federal (PF) feito com base na quebra do sigilo fiscal da empreiteira. As transferências dos valores para o petista eram lançadas como “despesas indiretas a serem incluída aos custos das obras”, como informa nesta terça-feira (19) matéria do jornal Folha de S. Paulo.

O deputado federal Daniel Coelho (PSDB-PE) ressalta que os elementos contra o ex-presidente Lula já são muito fortes e que a Operação Lava Jato está contribuindo para publicidade das ilegalidades cometidas por ele. Para o deputado, nem o fato de Dilma ter nomeado Lula como ministro para garantir foro privilegiado ao colega será suficiente para que ele escape das investigações. A nomeação do ex-presidente para a Casa Civil está suspensa, mas o Supremo Tribunal Federal vai dar a palavra final sobre a questão.

“As pessoas perceberam que Dilma tentou utilizar-se do cargo de ministro para impedir a investigação. É preciso dar a independência e a tranquilidade para que a Lava Jato termine seu trabalho. Há toda uma confiança da população brasileira pelo trabalho que eles estão fazendo e por tudo que eles já esclareceram e descobriram”, afirmou.

O laudo, assinado por três peritos da PF, foi anexado a um inquérito da Lava Jato e aborda a contabilidade de vários anos da empreiteira. O documento foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que os ministros decidam a quem vai competir as investigações – se à primeira instância, em Curitiba, ou à Procuradoria Geral da República, em Brasília.

Na opinião do deputado federal Izalci Lucas (PSDB-DF), Lula será impedido de assumir o ministério e será julgado em primeira instância. “O STF já sabe de tudo isso e vai negar evidentemente a confirmação dele para o ministério. Esse laudo só confirma o que já foi dito em várias delações premiadas”, disse.

O tucano afirmou que esse laudo só aumenta as evidências dos crimes cometidos pelo líder petista. “Essas provas só somam a quantidade de ilegalidades  já praticadas ex-presidente. É mais um crime que foi descoberto dentre vários e não demora para que o caso do tríplex e do sítio também sejam desvendados”, destacou.

Coelho também acredita que a decisão do STF será desfavorável para o petista. “Eu não acho que haja mais espaço para ele ser ministro até porque o governo literalmente acabou. A tentativa de Dilma de impedir que a Lava Jato investigasse Lula dando para ele um ministério só aumentou a indignação popular. A mobilização da sociedade por conta da divulgação das irregularidades apuradas pela Lava Jato foi fundamental para que alcançássemos o resultado do último domingo ”, concluiu.