ImprensaNotícias

Bolsa de Valores sobe e dólar cai com expectativa pelo impeachment

Bolsa de valoresBrasília (DF) – A expectativa pela aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff tem tido um efeito positivo sobre o mercado. A Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa) registrou nesta quarta-feira (13/04) uma alta de 2,21%, fechando aos 53.149 pontos. Esse é o melhor resultado desde 14 de julho de 2015. O dólar também fechou o dia com queda de 0,44%, cotado a R$ 3,480. As informações são do jornal Correio Braziliense (14/04).

A euforia do mercado se deve, em grande parte, ao desembarque de aliados do governo petista. O PTB já deixou de apoiar Dilma Rousseff e pelo menos 30 deputados do PSD deverão votar a favor do impeachment. Nesta quinta-feira, o PMDB anunciou também que a maior parte de sua bancada votará contra a petista. A influência do cenário político no mercado financeira tem sido constante desde que o impedimento da presidente começou a ser discutido.

Para o economista-chefe do Banco Fator, José Francisco de Lima Gonçalves, a debandada dos aliados de Dilma Rousseff fortalece o ânimo do mercado. Ele acredita que a decisão do PP e do PRB de também deixarem a base de apoio da presidente e aprovarem o seu impeachment pode influenciar agremiações menores, como o PTN, a também votarem contra o atual governo.

Outro aspecto favorável na economia é que o cenário internacional auxiliou na valorização dos ativos brasileiros. Os números foram influenciados pelo crescimento de 11,5% das exportações da China. Essa é a primeira elevação nos últimos nove meses. Os avanços da economia chinesa trouxeram efeitos positivos para as siderúrgicas do Brasil, que também viram o valor de suas ações ordinárias subir.