ImprensaNotícias

Para presidente do PSDB Mulher-PE, nomeação de Lula para ministério é “golpe branco”

Foto: João Bita/Alepe

terezinha-fotojoaobit-300x199A presidente do PSDB Mulher de Pernambuco, Terezinha Nunes, considerou um “golpe branco” a nomeação do ex-presidente Lula para o ministério da Casa Civil do governo Dilma. A tucana avalia que a presidente “afronta os poderes, sobretudo a Justiça” e “venezualiza” o Brasil. Veja o que disse Terezinha:

Golpe branco. É assim que encaramos a decisão da presidente Dilma de colocar o ex-presidente Lula no Palácio para fugir da justiça e comandar o país em meio à maior crise de sua história.

Às vésperas da decretação do seu impeachment, Dilma age em afronta aos poderes constituídos, sobretudo a justiça, no desejo, por certo, de nos colocar em situação parecida com a da Venezuela, onde Chavez casou , batizou e elegeu um sucessor que não quer deixar o poder.

O povo venezuelano está submetido a todo tipo de vexames. Falta no país até papel higiênico.
Esperamos que as oposições, com a força vinda das ruas através das grandes manifestações de domingo, consigam encontrar caminhos para o Brasil com a ajuda do Congresso e da Justiça em todas as suas instâncias.

O povo brasileiro merece respeito.

Terezinha Nunes, presidente do PSDB Mulher-PE