ImprensaNotícias

Na maior manifestação da história do país, seis milhões de brasileiros protestam contra Dilma, Lula e o PT

Post_NUMERO_1303_FACEBOOK

Em um dia histórico para o país, mais de seis milhões de brasileiros foram às ruas das principais cidades dos 27 estados e do Distrito Federal para pedir a saída de Dilma Rousseff da Presidência e protestar contra a corrupção registrada nos 13 anos de gestão petista. Assistimos ao maior ato público já registrado no Brasil, superando as manifestações das “Diretas já” e em favor do impeachment de Fernando Collor.

De forma pacífica, a população brasileira externou ainda, neste domingo (13), seu apoio às investigações da Operação Lava Jato e ao juiz Sérgio Moro. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também ganhou destaque nos protestos, sendo representado em várias cidades por bonecos infláveis em que ele está vestido de presidiário.

Sudeste

O maior protesto foi registrado em São Paulo, onde os organizadores estimam ter reunido cerca de 2 milhões de pessoas apenas na Avenida Paulista. No Rio de Janeiro, aproximadamente um milhão de cariocas lotaram as ruas da capital. Em Belo Horizonte, o número de manifestantes chegou a 100 mil. E fechando o Sudeste, Vitória, capital do Espírito Santo, assistiu a manifestação de cerca de 200 mil pessoas.

Também houve grande adesão aos protestos no interior paulista, com destaque para Campinas (100 mil pessoas), Ribeirão Preto (60 mil pessoas), Jundiaí (45 mil pessoas), São José dos Campos (40 mil), Piracicaba e Bauru (25 mil) e São José do Rio Preto e Mogi das Cruzes (20 mil pessoas cada).

Sul

As capitais da região Sul também registraram grandes presenças nos protestos. Em Curitiba, aproximadamente 200 mil manifestantes se reuniram contra o PT. Já em Porto Alegre, foram cerca de 140 mil pessoas presentes no Parcão, no bairro Moinhos de Vento. Em Florianópolis, 80 mil catarinenses protestaram contra a presidente.

Centro-Oeste

Com protestos iniciados ainda pela manhã, Brasília viu 200 mil manifestantes lotarem os gramados da Esplanada dos Ministérios e do Congresso Nacional neste domingo. Em Campo Grande, 110 mil pessoas estiveram presentes. Já em Goiânia, foram cerca de 100 mil pessoas. Um grande contingente de brasileiros indignados com a corrupção do governo Dilma foi verificado também em Cuiabá, onde 50 mil mato-grossenses foram às ruas.

Nordeste

A cidade que registrou a maior manifestação contra Dilma em toda a região foi Recife. A capital pernambucana teve um total de cerca de 150 mil manifestantes, o triplo do registrado nos protestos de março do ano passado. Grandes adesões foram vistas também em Fortaleza (100 mil pessoas), Salvador (50 mil pessoas), Maceió (35 mil pessoas), João Pessoa e Natal (ambas com 20 mil pessoas) e Teresina (8 mil pessoas).

Norte

A principal manifestação na região Norte aconteceu em Manaus. Na capital do Amazonas, aproximadamente 80 mil pessoas lotaram as ruas para protestar contra o governo. Uma grande presença de público também foi registrada em Belém, no Pará, onde 50 mil pessoas participaram dos atos. Palmas, no Tocantins, reuniu 30 mil pessoas, Macapá teve 2 mil e Rio Branco, no Acre, viu 5 mil pessoas contrárias ao PT nas ruas.