#MaisMulherNaPoliticaArtigosBibliotecafeminismoImprensapolíticasociedades igualitárias

“Mulher de corpo e alma na política”, por Lucila Toledo

Prefeita Lucila Toledo
Prefeita Lucila Toledo

Prefeita Lucila Toledo

Muito se tem escrito e falado nos mais diversos ambientes acerca do papel da mulher em nossa sociedade. Nas faculdades, igrejas, associações, parlamento, imprensa, a discussão é permanente envolvendo aspectos acerca dos espaços conquistados ou a conquistar pelas mulheres, quer seja na família, no trabalho ou na politica.

Discutir tal tema em pleno século XXI poderia parecer superado, arcaico, fora de moda, mas infelizmente o desejado tratamento igualitário entre mulher e homem ainda não se constituiu em uma realização concreta, apesar de não haver mais espaço para questionamentos acerca da capacidade do que já fora um dia denominado de “sexo frágil”.

As mulheres têm sem dúvida assumido um papel de destaque seja no setor público ou no setor privado, desmistificando as dúvidas que pairavam no passado acerca de suas condições intelectuais ou mesmo físicas para desenvolverem determinadas atividades.

A verdade é que ultrapassados mais de um século das primeiras manifestações, em que as mulheres na Europa e nos Estados Unidos iniciaram as lutas por melhores condições de vida, de trabalho e pelo direito de votar, dando origem à celebração do dia internacional da mulher, ainda nos deparamos com as conquistas desejadas.

Não há o que se discutir da alma feminina, do ser mulher, de sua sensibilidade, da tamanha força que brota de seu interior, de seu poder transformador e criativo. Nenhum outro ser foi tão agraciado por Deus. Contudo, a luta do passado se faz presente, temos muito que avançar e conquistar, e, sem dúvida o campo em que poderemos melhor contribuir para esta luta e na política.

Precisamos tanto no Poder Executivo, como no Poder Legislativo da presença das mulheres. É nestes espaços que se irradiam e sedimentam as conquistas, realizando-se as políticas publicas. As mulheres têm que assumir o relevante papel de legislar, tomando assentos nas Câmaras de Vereadores, Assembleias Legislativas e no Congresso Nacional, para a partir de então fazermos do dia 08 de março um dia de celebração da igualdade entre sexos.

* Lucila Régia Albuquerque Toledo é prefeita pelo PSDB do Município de Cajueiro/AL