ImprensaNotícias

Funcionário de Lula comprou pedalinhos para sítio em Atibaia

AgenciaBrasil300512VAC_8798Apesar de o ex-presidente Lula refutar repetidamente a propriedade do sítio Santa Bárbara, em Atibaia, a realidade mostra que os argumentos apresentados pelo petista são cada vez mais frágeis. Os pedalinhos com nomes de netos do ex-presidente – a última das evidências de que Lula é, na prática, dono do imóvel – comprovadamente foram comprados por um funcionário do petista. Segundo matéria publicada pelo site O Antagonista nesta quarta-feira (2), o servidor Edson Antonio Moura Pinto, assessor especial da Presidência da República destacado para atender Lula, adquiriu os dois pedalinhos pelo valor de R$ 5.600.

Ao analisar a mais nova prova que derruba a defesa apresentada por Lula, o deputado federal Max Filho (PSDB-ES) citou uma frase dita por Leonel Brizola: “Se tem boca de jacaré, cauda de jacaré, couro de jacaré, como não é jacaré?”. O capixaba completou. “Contra fatos não há argumentos. Não se pode negar o óbvio sem ultrajar a inteligência alheia”. O parlamentar também destacou que, diante dos inúmeros fatos que comprovam a frequência de Lula e sua família na propriedade, as investigações em torno do ex-presidente devem se intensificar cada vez mais.

“Naturalmente, isso (investigação mais contundente) vai acontecer. No passado, o PT batia às portas do Ministério Público pedindo investigação. Atualmente, bate às portas do Ministério Público para impedir investigação. Até o ministro da Justiça [José Eduardo Cardozo], que é um petista de carteirinha, não estava aguentando mais o Lula e pediu para sair”, afirmou.

Ainda de acordo com a reportagem de O Antagonista, o próprio dono da Ipê Fibra, empresa responsável pela fabricação dos pedalinhos, confirmou a compra feita por Moura Pinto. “Ele ligou aqui e encomendou os dois pedalinhos. Depositou 50% para a fabricação e depois os outros 50% para a entrega. Foram os únicos pedalinhos que entreguei lá em Atibaia”, contou José Reinaldo Ferreira da Silva.

O assessor de Lula é subtenente do exército e já recebeu 120 diárias para acompanhar o ex-presidente a Atibaia.