#MaisMulherNaPoliticaArtigosArtigos e EntrevistasBibliotecaImprensapolíticasala de leiturasociedades igualitárias

Mara Lima comenta os 84 anos da conquista do voto feminino

Mara LimaNesta quarta-feira (24), o Brasil comemora 84 anos da conquista do voto feminino. O direito das mulheres em escolher os representantes foi garantido após intensa campanha nacional, em 24 de fevereiro de 1932. Fruto de uma longa luta, iniciada antes mesmo da Proclamação da República, num primeiro momento, a legislação só permitia o direito ao voto às mulheres casadas (com autorização dos maridos) e às viúvas e solteiras que tivessem renda própria. Mas, em 1934 as restrições foram finalmente eliminadas pelo Código Eleitoral e o voto só se tornou obrigatório para as mulheres em 1946.

A Deputada Cantora Mara Lima (PSDB), presidente do PSDB Mulher do Paraná e presidente da Comissão de Defesa dos Diretos da Mulher, ressaltou que o voto feminino foi uma grande conquista, mas ainda é preciso uma maior participação de mulheres na política, atuando no centro das decisões.

“84 anos da conquista do voto feminino, esse dia é um marco na história da mulher brasileira. Se hoje estou como Deputada Estadual do Paraná e tenho a oportunidade de representar tantas pessoas, homens e mulheres, é graças às batalhas travadas no passado, que transformaram a nossa sociedade e embora a conquista de ter direito a voto represente um grande avanço, para nós mulheres ainda há um longo e árduo caminho a percorrer e assegurar uma presença igualitária em posições de representação política. Devemos continuar defendendo nossas bandeiras, lutando por mais espaço dentro da sociedade, ainda mais em um ano de disputa eleitoral, onde muitas de nós estarão nas ruas. A participação das mulheres nos espaços de poder acarreta a humanização das pautas em debates e uma maior sensibilidade nos desenvolvimentos dos projetos. Nós mulheres e homens temos as condições iguais e podemos contribuir para a construção da democracia, mas para isso é necessário que participemos deste processo, você pode e deve fazer parte deste avanço, participe! Filie-se e concorra! Juntas somos mais fortes”, enfatizou a Deputada.

A Deputada exaltou os avanços alcançados com o voto feminino, mas lembrou que a realidade ainda está aquém do que movimento de mulheres do PSDB almeja.

“Vamos fazer um trabalho de conscientização para que a gente aumente o número de mulheres nos espaços de poder, devemos aproveitar esse momento em que a gente está comemorando o voto para convidar as mulheres a votar em mulheres e a se candidatarem para também serem votadas. É um absurdo num Estado onde mais da metade da população é formada por mulheres a gente ter apenas quatro deputadas estaduais e 50 deputados”, observou Mara Lima.

*Da assessoria do site do PSDB do Paraná