ImprensaNotícias

“Falta moral ao PT para falar do PSDB e do uso da justiça eleitoral”, reage Terezinha Nunes à defesa de Dilma no TSE

terezinha-nunesA presidente Dilma Rousseff optou pelo ataque para tentar se defender da ação movida pelo PSDB que pede sua cassação e a do vice Michel Temer (PMDB). A petista encaminhou defesa ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) acusando o PSDB de usar politicamente a Justiça Eleitoral. Para a presidente do PSDB Mulher de Pernambuco, Terezinha Nunes, “falta moral ao PT para falar do PSDB e do uso da justiça eleitoral”.

“Essa prática nunca foi tucana, mas petista. Vários prefeitos brasileiros e até governadores responderam a processos eleitorais e alguns foram cassados. O que tem de especial a presidente Dilma para se colocar acima dos demais mortais surpreendidos como ela no ilícito penal? Quem não deve não teme. Se ela acha que não deve que prove”, cobrou a tucana.

São 4 as ações que pedem a perda do mandato presidencial de Dilma. Entre seus fundamentos, está o “financiamento de campanha mediante doações oficiais de empreiteiras contratadas pela Petrobras como parte da distribuição de propinas, despesas irregulares, fraude, manipulação na divulgação de indicadores socioeconômicos”.  As ações sustentam que Dilma e Temer cometeram abuso de poder político e econômico na campanha à reeleição de 2016.