ImprensaNotícias

PSDB-Mulher realiza Seminário “Cultura da Paz e Feminino Profundo” em São Paulo

12593746_1008478172523574_6643073105815966614_oSão Paulo- O PSDB-Mulher e a Fundação Konrad Adenauer  promoveram,  nesta quarta-feira (27),  o primeiro encontro do seminário “Cultura da Paz e Feminino Profundo”, em São Paulo.  As presidentes do PSDB-Mulher Nacional, Thelma de Oliveira, do PSDB-Mulher Estadual de São Paulo, Nancy Ferruzzi Thame, de Honra do PSDB-Mulher Nacional, Yeda Crusius e a coordenadora de Projetos da Fundação Konrad Adenauer, Mariana Caetano, participaram do evento,  que tem o objetivo de capacitar as futuras candidatas às eleições e ampliar o auto conhecimento feminino.

Durante a abertura do seminário, que acontece agora, a presidente Thelma ressaltou que as militantes e candidatas têm um papel fundamental no processo das mudanças políticas. A tucana explicou que os temas das palestras fortalecem a democracia, já que serão abordados assuntos como a questão de ética e do estado do direito.

Para Thelma, as candidatas e militantes têm que discutir as estratégias políticas para as eleições municipais desse ano. Segundo a tucana, as eleições de 2016 irão definir as eleições de 2018.

“Nós precisamos de fato ter mais candidatas mulheres, essa tem sido a nossa luta constante dentro do PSDB-Mulher. Ter mais mulheres, porém, mulheres competentes. Mulheres que tenham realmente uma atitude de transformação ao assumirem os cargos”, explicou.

Participam da primeira parte do seminário “Cultura da Paz e Feminino Profundo” o cientista político, professor no INSPER, coordenador de curso na Fundação Mário Covas e professor Internacional na pós-graduação em Ciência Política da FESSP,  Leandro Consentino, a socióloga conselheira do Instituto Patrícia Galvão, Fátima Jordão,  maestria, prefeita de Lençóis Paulista (SP), Bel Lorenzetti, Secretária executiva do ICLEI (Local Governmentes for Sustainability), Jussara de Lima Carvalho, cientista político, conselheiro Fundação Konrad Adenauer, professor do Insper e coordenador do curso de pós-graduação da FESSP, Humberto Dantas,  advogada,  represente das ASAS (Associação das Advogadas, Acadêmicas e Estagiárias de Direito de São Paulo,  Rosana Chiavassa, representante da Fundação Konrad Adenauer no Brasil, Jan Woischnick e a antropóloga pela USP, coordenadora da Brahma Kumaris no Brasil, Luciana Ferraz.