Artigos

“Corrupção é sim um gravíssimo problema”, por Thelma de Oliveira

Thelma-2-por-Gianni-Topo-600x344A Pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), realizada no começo desse ano, apontou que 65% dos brasileiros consideram a corrupção como o mais grave problema do país. Ou seja, seis em cada dez brasileiros acreditam ser o maior problema nacional.

Pela primeira vez o estudo indicou que o pior problema brasileiro é a corrupção, superando as preocupações tradicionais com saúde, desemprego, inflação, transportes e segurança.

É uma notícia assustadora, porque mostrou que, aos poucos, o brasileiro começou a tomar consciência que a corrupção é um problema grave, sério e prejudica a vida cotidiana de todos. A esperança de mudança é grande e pode ser feita nas eleições municipais esse ano.

Um ótimo exemplo dos desmandos do governo da presidente Dilma Rousseff foi a operação “Lava Jato”, em que bilhões de reais foram desviados em um grande esquema de corrupção, envolvendo a Petrobrás e outros órgãos do aparelho de Estado

O trabalho do Poder Judiciário, do Ministério Público Federal e da Polícia Federal já recuperou, para os cofres públicos, nada menos do que 2,8 bilhões de reais. Vale ressaltar que com uma boa administração pública, o dinheiro poderia ser aplicado em investimentos, gerando oportunidades de empregos para os brasileiros.

Outras pesquisas recentes de institutos nacionais também apontaram que a população realmente está se conscientizando da dura realidade da política: no final do ano passado, a Datafolha constatou que 34% dos entrevistados já considerava a corrupção o maior problema do país.

Nessa semana, o Ibope registrou que 82% da população entendeu que o país está indo na direção errada, na contramão do que deveria ser feito. São números eloquentes. O sentimento é de desesperança, principalmente entre os jovens. 88% deles não acreditam no Brasil, ainda segundo os dados do Ibope.

São números expressivos e que revelaram o nível de preocupação e descontentamento da população com os atuais dirigentes do Brasil.

Infelizmente, não há duvidas que no governo PT a corrupção se alastrou e tomou conta do aparelho estatal brasileiro. A existência da “Lava Jato” e os desdobramentos tornaram inquestionável a realidade. A opinião pública corrobora essa visão nas pesquisas.

Está claro, felizmente, que a população está fazendo uma relação direta entre os bilhões desviados com a corrupção petista e a grave situação econômica do país.

Em outras palavras, as pessoas estão associando a corrupção com a qualidade de vida, que está causando graves consequências no cotidiano de cada um de nós.