ArtigosImprensa

“Novembro Azul para os homens que amamos”, por Solange Jurema

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Foto: Agência Brasil

Assim como as mulheres têm o Outubro Rosa, os homens contam com o Novembro Azul para conscientizá-los da necessidade do exame regular da próstata para o eficiente combate ao câncer. Em quase todas as capitais do país, os monumentos e prédios públicos ficarão azulados para alertar os brasileiros sobre a urgência da realização periódica do procedimento.

Esta é uma campanha necessária e indispensável para alertá-los do risco da doença, o segundo câncer que mais mata no Brasil – cerca de 15 mil homens morrem anualmente por causa dele, dos quais 3/4 com mais de 65 anos.

No mundo, o câncer de próstata é o sexto tipo mais comum e o que mais atinge os homens, representando cerca de 10% do total dos cânceres. Uma doença silenciosa, sem sintomatologia explícita, e que só pode ser detectada pelo exame da próstata, o toque retal, e de sangue para PSA.

Estimativas do Instituto Nacional de Câncer (INCA) indicam que anualmente surgem cerca de 70 mil novos pacientes diagnosticados com a doença. Segundo o próprio instituto, o diagnóstico precoce do câncer de próstata em seus estágios iniciais, aumenta em 90% as chances de cura.

O Ministério da Saúde recomenda anualmente o exame de toque retal e de PSA para todos os homens a partir dos 50 anos. Para os casos de fatores de risco identificados pelo Ministério da Saúde – obesidade, histórico familiar da doença e etnia negra – a prevenção deve começar após os 45 anos de idade.

O elevado percentual de cura com o diagnóstico precoce e a recomendação do Ministério deve nos estimular a pressionar, mesmo, os nossos maridos, pais, irmãos e filhos a realizar o exame retal e o de PSA.

E convencê-los que o exame retal é uma necessidade real para preservar a saúde de cada um desses homens que amamos e que queremos bem. E que não serão menos homens se realizarem o exame. Pelo contrário, estarão mais felizes em estar ao nosso lado, com saúde e nós ao lado deles com amor e carinho.

 

*Solange Jurema é presidente do Secretariado Nacional da Mulher/PSDB