#MaisMulherNaPoliticaArtigos e EntrevistasBibliotecaeducaçãofeminismosala de leiturasociedades igualitárias

‘Se a política é pública, é de todos’, diz babá que virou conselheira municipal

A estudante de serviço social Josiane Rodrigues, 29, não tinha perspectiva de cursar uma faculdade. “Achei que ia parar no ensino médio porque o município não era bem estruturado”, relata a universitária.
Com a chegada de uma mineradora a Barro Alto (GO), ela e a comunidade foram impactadas. O empreendimento trouxe também uma consultoria, a Agenda Pública, Oscip que atua no fortalecimento da gestão e da participação social.

Na Lata

A organização, fundada pelo cientista político Sergio Andrade, 38, é finalista do Prêmio Empreendedor Social 2015 e concorre também na categoriaEscolha do Leitor 2015; vote.

Um dos resultados do trabalho da organização da sociedade civil no município goiano de 10 mil habitantes é a capacitação de funcionários da prefeitura, para melhorar a qualidade dos serviços públicos, e de moradores, para fazê-los participar das decisões e ditar os rumos da comunidade.

“A gente começou a ter um norte de que se a política é pública, é de todos nós”, afirma a ex-babá, que integra o conselho da assistência social e já fez cursos de recursos humanos e planejamento da assistência social, promovidos pela Agenda Pública.

Leia a seguir o seu depoimento para a Folha
*
Eu nasci aqui em Barro Alto. Meu pai foi pedreiro a vida toda, o que nos deu sustento. Minha mãe é funcionária pública há 30 anos e hoje é orientadora social.

Eu trabalho desde muito nova e já cuidei de casa de família, de criança, de idoso, fiz faxina até ter uma estrutura melhor. Assim fui formando minha vida profissional.

O último emprego que tive antes de começar na prefeitura foi ministrando aulas de informática básica. Fui fazer um curso em Goiânia, onde tenho parentes.

Lá eu casei e tive meu primeiro filho até voltar para cá e começar a trabalhar na prefeitura, já com crianças, dando aula de informática.

A partir desse momento, eles viram que eu tinha um perfil para atuar em assistência social. Foi onde eu tive meu primeiro contato com a política e vi que não é aquela coisa fechada.

 

Clique AQUI para ler a íntegra.