ImprensaNotícias

Querer se livrar da crise não é golpe, diz Fernando Henrique

Foto: Alessandro Carvalho/PSDB
Foto: Alessandro Carvalho/PSDB

Foto: Alessandro Carvalho/PSDB

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP) reagiu, nesta quarta-feira (16), à declaração da presidente Dilma Rousseff, segundo quem “usar crise para chegar ao poder é golpe”.

Segundo FHC, as movimentações a favor do impeachment não são golpistas e ganharam força porque o povo está sofrendo com a crise e se perguntando quando ela vai acabar.

“Quem sofre a crise não quer dar golpe, quer se livrar da crise. Na medida em que o governo faz parte da crise, começam a perguntar se [o governo] vai durar. Mas não é golpe”, afirmou antes de dizer que não sabe quem estaria tentando se aproveitar da crise para chegar a poder.

Apesar das criticas ao governo, FHC afirmou que os brasileiros não aceitarão de “bom grado” o processo de impeachment sem alguém que renove a esperança no país.

“Por enquanto não houve ninguém para assumir essa liderança”, disse ele, no lançamento de seu livro “A miséria da política”.

Durante a palestra, o ex-presidente ainda pediu que seu partido tenha calma ao negociar alianças políticas no momento em que muitas figuras públicas são investigadas.

Clique AQUI para ler a íntegra.