ImprensaNotícias

PSDB SP faz valer a cota de 30% para mulheres na composição dos diretórios

A presidente do PSDB Mulher SP, Nancy Ferruzzi Thame defendeu a aplicação da cota para mulheres na composição dos diretórios e conquistou a maioria dos votos na Executiva Estadual
A presidente do PSDB Mulher SP, Nancy Ferruzzi Thame defendeu a aplicação da cota para mulheres na composição dos diretórios e conquistou a maioria dos votos na Executiva Estadual

A presidente do PSDB Mulher SP, Nancy Ferruzzi Thame defendeu a aplicação da cota para mulheres na composição dos diretórios e conquistou a maioria dos votos na Executiva Estadual

Na última reunião da Executiva Estadual do PSDB SP, nesta segunda-feira (8/06), uma conquista importante para o segmento das mulheres no partido foi motivo de comemoração para a presidente estadual do PSDB Mulher, Nancy Ferruzzi Thame. Após as eleições no Diretório Municipal, o momento de composição deste espaço fez prevalecer a cota de 30% para as mulheres, conforme o previsto no Regimento Interno do partido. Posto em análise pela Executiva reunida, por seis votos a quatro, ficou decidido que as mulheres mais votadas no recente Encontro Municipal ocuparão as cadeiras referentes ao percentual estabelecido pela cota. “Este ainda é um mecanismo o qual os partidos e os parlamentos têm de aplicar para garantir a participação das mulheres, porque de outra forma o processo é lento demais e são muitos os fatores que limitam a presença da mulher nestes espaços de decisão. É isso que lutamos para mudar”, afirma a presidente do PSDB Mulher SP, Nancy Ferruzzi Thame. Para o deputado estadual Dilador Borges, o voto a favor das mulheres é uma forma de alcançar o equilíbrio na estrutura político-partidária. “Lá no meu diretório é assim, o discurso se torna prática, até porque temos uma presidente”, defendeu.  Outro integrante da Executiva que se despediu na noite desta segunda-feira para a eleição do novo comando a ser escolhido no domingo, na Convenção Estadual do PSDB SP foi Kowa Iha, apoiando o cumprimento da cota para as mulheres nos espaços partidários. “Estou satisfeito com o resultado desta votação no PSDB e defendo a presença maior das mulheres na política pela sua sensibilidade, sua ética”, afirmou o especialista em Direitos Humanos, que prepara uma tese de doutorado sobre as mulheres no sistema prisional.