ImprensaNotícias

São Paulo lança programa voltado ao desenvolvimento de crianças de 0 a 3 anos

Governo SPSão Paulo – O governo de São Paulo, administrado por Geraldo Alckmin (PSDB), lançou nesta quarta-feira (10) um programa de saúde inédito que envolve uma ampla rede de proteção às crianças de 0 a 3 anos de idade. O São Paulo Pela Primeiríssima Infância reúne políticas públicas voltadas especialmente para essa faixa etária. “O programa de proteção é mais do que reduzir a mortalidade infantil, é o trabalho com as famílias. Criança amada é um adulto mais seguro”, disse o governador, durante o lançamento, no Instituto da Criança.

O programa é composto por um conjunto de ações que inclui um novo protocolo clínico, cursos de especialização em desenvolvimento infantil e criação do Caderno da Família, do Cartão da Criança e do Índice Paulista de Desenvolvimento da Primeira Infância. A implantação se dará em todos os municípios paulistas por meio de parcerias com a sociedade civil, além de um convênio com a Fundação Cecília Souto Vidigal, referência no trabalho e promoção do desenvolvimento da infância no Brasil.

Planejamento
O Índice Paulista de Desenvolvimento da Primeira Infância, elaborado pela Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados), é semelhante ao índice utilizado pela Unicef e trará o diagnóstico da real situação das crianças de 0 a 3 anos no Estado. A partir dos dados coletados, cada gestor dos municípios poderá fazer seu planejamento de atenção integral. São Paulo é o primeiro Estado a implantar o índice.

“Estamos começando com 41 municípios e depois vamos expandir para o restante do Estado. São R$ 5,5 milhões que vamos investir este ano”, afirmou Alckmin. O secretário da Saúde, Giovanni Guido Cerri, define: “é uma ação [que trata] desde a mortalidade infantil até o desenvolvimento da criança”.

O São Paulo Pela Primeiríssima Infância levará cursos presenciais, em parceria com a Escola de Enfermagem da USP (Universidade de São Paulo), de especialização em desenvolvimento infantil para 300 gestores e técnicos selecionados no Estado. Os municípios poderão aderir gratuitamente ao programa, em especial as regiões prioritárias, com índices maiores de mortalidade infantil e materna.

Caderno da Família e Cartão da Criança
O Caderno da Família traz um material inovador para informar pais, avós, babás, professores de creches e cuidadores sobre as diferentes fases de desenvolvimento da criança. Nele, a família poderá consultar os estímulos que deve oferecer e sobre os cuidados que a criança deve ser submetida, como consultas e imunização.

O Cartão da Criança será entregue para as famílias para o registro e controle das consultas e intercorrências de saúde da criança, ampliando a rede de proteção nessa faixa etária.

Primeira infância
O desenvolvimento humano é mais veloz nos primeiros três anos de vida. Quanto mais experiências positivas, mais o cérebro é capaz de realizar conexões e se desenvolver de modo saudável. “Essa fase de 0 a 3 anos é fundamental para o desenvolvimento intelectual e social da criança. Isso também repercute, como já foi mostrado em estudos, na questão da violência, da criminalidade e do aproveitamento da pessoa no mercado de trabalho”, comentou o secretário Giovanni Guido Cerri.

Do governo de São Paulo