YEDA CRUSIUS – Presidente

Nascida em São Paulo, SP, Brasil (1944). Casada com Carlos Augusto Crusius (1970), tem dois filhos: César e Tarsila, e quatro netos: João Guilherme, Vinícius, Helena e Victória.

Economista. Graduada em Ciências Econômicas pela USP (1966). Pós-graduada com Mestrado em Vanderbilt (EUA-1971). Professora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul/ UFRGS, Coordenadora do curso de pós-graduação em Economia e Diretora da Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas (UFRGS). Autora com várias publicações, dentre livros e artigos, destacando-se o Economia, de Wonnacott/Wonnacott/Crusius/Crusius (MacGraw-Hill, 1982), e Coragem e Determinação: um Infinito Ainda por Fazer (Critério e AGEditora, 2014).

Ministra do Planejamento no governo Itamar Franco (1993). Eleita Deputada federal por 4 mandatos (desde 1995) e Governadora do Estado do Rio Grande do Sul (2007-2010).

Membro do Diretório Nacional do PSDB, Presidente do Diretório Estadual do RS, do Instituto Teotônio Vilela (ITV), think tank do PSDB. Fundadora (1998) e atual Presidente do PSDB-Mulher (2017/2021).

Exerceu atividades de Consultora de Economia. De Editora de várias revistas, de Comunicadora (jornais, rádio, TV e mídias sociais) com diversas publicações entre livros e artigos em jornais de circulação nacional.


SOLANGE JUREMA

A alagoana Solange Bentes Jurema formou-se em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Em 1999 presidiu o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (CNDM) e em 2002, a convite do então presidente Fernando Henrique Cardoso, assumiu a Secretaria de Estado dos Direitos da Mulher (SEDIM), órgão recém-criado, com status de Ministério. De 2007 a 2010, teve participação no governo tucano de Teotônio Vilela, em Alagoas, onde ocupou o cargo de secretária estadual de Assistência e Desenvolvimento Social. Em janeiro de 2013, assumiu a Secretaria Municipal do Trabalho, Economia Solidária e Abastecimento, da prefeitura de Maceió, na gestão tucana de Rui Palmeira. Foi presidente do segmento e atualmente é presidente de honra do PSDB-Mulher.


THELMA DE OLIVEIRA

Natural de Cuiabá, a mato-grossense Thelma de Oliveira foi Secretária Municipal de Promoção Social da Prefeitura da capital de 1986 a 1989, e entre 1993 e 1994. No ano seguinte, assumiu a presidência da Fundação de Promoção Social de Mato Grosso, cargo que ocupou até 2002. Elegeu-se deputada federal por Mato Grosso em duas ocasiões: de 2003 a 2007, e de 2007 a 2011. Neste período, ocupou a Secretaria do Diretório do PSDB de Cuiabá-MT, a Secretaria-Geral do diretório estadual, a presidência do PSDB-MT e a presidência do Instituto Teotônio Vilela (ITV) no estado. Viúva de Dante de Oliveira, deputado constituinte que deu origem ao movimento das Diretas Já. É  responsável pela grande capilaridade alcançada pelo PSDB Mulher nos últimos anos. Foi eleita para o cargo de Primeira-vice-presidente.



EDNA SANDRA MARTINS

Nasceu em 28 de janeiro de 1969, é socióloga e doutora em Linguística. Em 1994 fundou a ONG Cedro Mulher, pioneira em Araraquara (SP) e Região no acolhimento, assessoria jurídica, tratamento psicológico e encaminhamento para as mulheres vítimas de violência. Em 2001, foi eleita vereadora para a Câmara Municipal de Araraquara, assumindo a presidência da Comissão de Obras. Em 2004, foi reeleita sendo a vereadora mais votada da cidade e de 2007 à 2008 passa a ser a primeira mulher na história da cidade a assumir o cargo de Presidente da Câmara Municipal de Araraquara. Em 2011-2012 foi presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Mulher.  Foi presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. Em 2016 foi candidata a prefeita e desde então é responsável pela formação política do Secretariado das Mulheres do Estado de São Paulo. Atualmente é Diretora de Desenvolvimento Regional no Governo do Estado de São Paulo. Assume como segunda-vice-presidente.


CINTHIA RIBEIRO

Nasceu em 30 de dezembro de 1976, é fonoaudióloga e empresária. É a única integrante do PSDB-Mulher prefeita de capital – Palmas, em Tocantins. Nas eleições municipais de 2016, foi eleita vice-prefeita ao lado de Carlos Amastha. Em abril de 2018, assumiu a prefeitura de Palmas com a renúncia de Amastha. É a primeira pessoa a assumir definitivamente a prefeitura de Palmas pela linha sucessória. Ela defende a política de direitos e participação social das mulheres e prometeu manter as ações iniciadas por Amastha. Foi eleita terceira-vice-presidente da Coordenação do Secretariado Nacional do segmento.



NEUZA OLIVEIRA

Neuza de Oliveira, também conhecida como Neuzinha, vereadora por Vitória (ES), exercendo o quinto mandato consecutivo na Câmara Municipal de Vitória. Destacou-se a partir da atuação como líder comunitária. A defesa dos interesses da periferia, das mulheres, dos idosos e das pessoas com deficiência são o foco do trabalho da parlamentar. No Parlamento, exerce as funções determinadas pela Constituição ao Poder Legislativo de criar leis e fiscalizar o uso do dinheiro público, e foi além, transformando o gabinete em canal permanente de interlocução entre as comunidades e grupos sociais antes excluídos. É a responsável pela organização do samba que se transformou em símbolo do PSDB-Mulher. Ela foi eleita primeira-tesoureira.


DARLENE ARAÚJO

Formada em Direito, é especialista em Direito Administrativo, Direito Processual Penal, Docência do Ensino Superior e Gerenciamento em Segurança Pública. Mestre em Direito, Relações Internacionais e Desenvolvimento pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. Foi Professora da Pontifícia Universidade Católica de Goiás-PUC/GO. É delegada de Polícia  e foi superintendente de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon-Goiás). Foi eleita segunda-tesoureira.



WALEWSKA BARROS ABRANTES

Walewska Barros Abrantes foi reconduzida na presidência do PSDB-Mulher de Minas Gerais com a determinação de fazer um diagnóstico dos municípios mineiros que já possuem diretórios e ou comissão provisória do PSDB, fortalecer, criar e instalar o segmento no maior número de localidades. Também quer estabelecer parceria com todos os segmentos do PSDB para transversalizar a comunicação entre os setores, assim como negociar com, a Executiva Estadual a inserção e participação do Secretariado PSDB Mulher – MG, em todos os eventos, inclusive nas mídias veiculadas pelo PSDB. No Secretariado Nacional, ela coordenará Eventos.



FÁTIMA GUIMARÃES

Fátima Terezinha Camargo Guimarães foi prefeita da cidade de Itaju (SP) e concentrou seus esforços nas questões sociais, sobretudo, educação e  saúde. Foi eleita coordenadora de Formação e Cidadania do Secretariado Nacional do segmento.



CAROLINA MARTINELLI ROCHA

Nasceu em 12 de agosto de 1994, disputou as eleições em 2018 para deputada estadual. Carolina Martinelli foi presidente do PSDB-Mulher de Pernambuco. Defende a renovação na política. Para ela, é fundamental promover cursos de formação e seminários para incentivar as discussões e debates. Foi eleita para coordenar a Articulação Política.




LARISSA ROSADO

Foi deputada estadual por quatro mandatos, Larissa Rosado começou aos 18 anos na política. É formada em Administração de Empresa. Assumiu a Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), entre os anos de 2007 e 2008. Defende ações voltadas para as minorias e maior interlocução com a sociedade. Foi eleita coordenadora de Relações Internacionais.



FRANCISCA RAMOS

É advogada, foi presidente do Secretariado Estadual do PSDB Mulher do Piauí, luta pelos direitos das mulheres e faz campanha de combate ao feminicídio. Para ela, é fundamental rever o Código Penal, que tem mais de 80 anos. Foi eleita para Coordenação de Relações Multipartidárias. Tem experiência administrativa, no município de Teresina, como secretária Municipal do Trabalho e Assistência Social. Como secretária-executiva da prefeitura, atuou na Subsecretaria de Governo, na Coordenação de Controle Interno e Sub-Coordenação da Coordenadoria Municipal dos direitos da Mulher, hoje Secretaria. Simultaneamente, trabalhou como professora universitária da Universidade Estadual do Piauí e professora e coordenadora do curso de Direito de uma faculdade particular.



MARA ELISA CASEIRO

Ex-deputada pelo PSDB Mara Elisa Navacchi Caseiro, foi nomeada secretária especial na Secretaria de Estado de Governo e Gestão Estratégica do Mato Grosso do Sul e também é responsável pela Fundação de Cultura. No Secretariado Nacional do segmento, Mara Elisa Navacchi Caseiro será a coordenadora de Representantes do Legislativo.



ADRIANA TOLEDO

Alagoana, pedagoga especialista em Pedagogia Empresarial e Administração Pública. Desde os anos de 1990, atua no serviço público, especificamente nas áreas do Trabalho, Gestão de Pessoas e Gestão Pública. Administrou o SINE/AL de 1993 a 1998, tendo concebido e implantado importantes programas que o deixou na condição de 4° melhor desempenho no país. Assumiu a Gestão de Recursos Humanos do Estado, oportunidade em que Desenvolveu o Código de Ética do Serviço Público. Assumiu no estado de Alagoas a Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego e Renda e a Secretaria Adjunta da Administração do Estado, logo depois foi nomeada para chefia de Gabinete do Governador na gestão de Teotônio Vilela Filho. Em janeiro de 2013 assumiu a Secretária Executiva do Gabinete do Prefeito de Maceió, na gestão tucana de Rui Palmeira. Foi presidente do PSDB-Mulher de Alagoas. No Secretariado Nacional do segmento, assume a Coordenação de Representantes do Executivo.



LUZIA COPPI
COORDENAÇÃO JURÍDICA

Advogada, ex-prefeita de Camboriú (SC), Luzia Coppi Mathias se elegeu com 60% dos votos, em 2008. Tornou-se a primeira mulher a governar Camboriú em seus 124 anos de existência. Nas eleições de 2012, ela foi reeleita com pouco mais de 54% dos votos. Foi eleita para a Coordenação Jurídica do Secretariado Nacional do segmento.




SHEILA DINIZ

A vereadora cearense Sheila Diniz da cidade de Acopiara foi escolhida Ouvidora do Secretariado Nacional do PSDB-Mulher durante o XI Encontro realizado em Brasília. A presidente Yeda Crusius foi reconduzida para mais um mandato à frente do segmento.





Confira abaixo quem compõe o partido:

Secretariado Nacional da Mulher

Senadora

Prefeitas

Deputadas Federais

Deputadas Estaduais

Vereadoras